Alimentação da mãe que amamenta

Enquanto estiver amamentando sua alimentação não precisa variar muito da alimentação habitual, desde que seja saudável! Deve ser completa, variada e equilibrada, tanto em quantidade como na qualidade.

Mesmo que queira perder peso, ainda não está na hora de restringir a alimentação. Seu corpo precisa dessa energia para poder produzir o leite para seu bebê!

Para recuperar o peso, na maioria dos casos, basta manter uma alimentação saudável aliada ao exercício físico e ao ato de amamentar.

Aqui seguem algumas dicas para você guiar seus hábitos alimentares:

  • Faça 6 a 7 refeições por dia (café da manhã, 1 ou 2 lanches da manhã, almoço, 1 ou 2 lanches da tarde, jantar e ceia);
  • Não deixe passar mais que 3h30 entre cada refeição;
  • Mastigue calmamente;
  • Ingira bastante água (cerca de 2L por dia) – a água vai mantê-la hidratada e ajuda no funcionamento do intestino; além disso, ajuda na produção do leite.
  • Siga as Recomendações da Pirâmide Alimentar Brasileira.

Tem alguns cuidados que são precisos ter com relação a alimentos específicos:

  • EVITE alimentos açucarados, salgados ou com muita gordura – se estes substituírem os alimentos saudáveis, vão prejudicar sua saúde e também a produção de seu leite.
  • NÃO beba bebidas alcoólicas – o etanol é o principal composto das bebidas alcoólicas e ele passa da circulação sanguínea da mãe para o leite. Como o organismo do bebê ainda não está bem desenvolvido, vai ser muito difícil para ele eliminar o álcool, o que vai afetar o seu desenvolvimento. Além disso essa substância pode prejudicar a saída do leite da mama.
  • EVITE bebidas com cafeína, como o café, chás e refrigerantes de cola – uma pequena parte da cafeína vai passar para seu leite e pode causar agitação e irritabilidade no bebê. Esteja atenta à reação do seu bebê depois de você ingerir alguma bebida com cafeína.
  • ATENTE nos alimentos de sabor forte e veja a aceitação de seu bebê – alimentos como o alho ou a cebola, conferem sabor ao leite materno e isso poderá diminuir a aceitação do bebê. Mas se esses alimentos não forem rejeitados e não causarem desconforto ao seu bebê não os elimine da sua rotina. Assim você vai fazer com que seu bebê aceite melhor os “novos” alimentos.
  • EVITE os alimentos associados a alergia na família – mãe, pai, irmão… – (por exemplo leite e derivados, frutos cítricos, morangos e kiwi) pois seu bebê pode também ser alérgico a esse alimento e vai ter sintomas, mesmo não o ingerindo diretamente. Sintomas de alergia – diarreia, irritações de pele, gases, tosse e desconforto.
  • CUIDADO com o chocolate – pode causar reações alérgicas e irritabilidade no bebê.
  • CUIDADO com medicamentos – os medicamentes têm substâncias que passam para seu leite e, consequentemente, para seu bebê. Fale sempre com seu médico sobre a possibilidade ou não de continuar amamentando quando tomar qualquer medicamento.

Finalmente, tenha sempre em atenção aos alimentos que come, para conseguir perceber se esses causam transtornos em seu bebê (choro, irritação, recusa em mamar, dificuldade em dormir, etc.).

Se isso acontecer evite esses alimentos! Caso contrário você não tem necessidade em restringir a sua alimentação por causa de seu bebê! Os alimentos mais comuns disso acontecer são – leguminosas (feijão, ervilhas, etc.) e hortícola s (brócolis, couves, pepino, nabo, repolho).

 

Publicado em 1 de outubro de 2012 / Atualizado em 3 de abril de 2014

Chien, Y.-C., Huang, Y.-J., Hsu, C.-S., Chao, J. C.-J., & Liu, J.-F. (2009). Maternal lactation characteristics after consumption of an alcoholic soup during the postpartum “doing-the-month” ritual. Public health nutrition, 12(3), 382-8. doi:10.1017/S1368980008002152

(APN), A. P. dos N. (2010). Aleitamento Materno: Promover Saúde! Retrieved from: Apn.org.pt

Mahan, L.K.; Escott-Stump, S. Krause’s Food & Nutrition Therapy. Ed. 12. Saunders Elsevier: Canada, 2008.

Foster, J., & Shertzer, J. (2009). Nutritional Needs of Pregnancy and Breastfeeding. The Ohio State University, 1 - 4.

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar