Alimentação em dias de calor

No dia 16 de outubro é celebrado o Dia Mundial da Alimentação e, como tantas mamães possuem dúvidas sobre a alimentação correta em dias de calor, eu decidi fazer um texto sobre a alimentação em dias de calor!

É importante falar sobre algumas dicas de cuidados que você deve ter em especial atenção em dias de muito calor ou quando vai na praia,…:

 

#1 Ofereça à criança água frequentemente

Quando faz muito calor ou quando seu bebê faz muito exercício físico você deve garantir que ele vai estar bem hidratado; mesmo que ele não diga que está com sede (isso é muito frequente, as crianças ainda têm o mecanismo da sede pouco desenvolvido e, ao estar entretidas com as brincadeiras, esquecem de beber água) lembre seu filho para beber água várias vezes durante o dia. Isso é muito importante para que seu filho se habitue a beber água.

Pode ser fácil para você verificar se seu filho está bem hidratado – se os lábios e língua não estão secos, se ele produzir saliva fluída e se a urina estiver sem cheiro e incolor são sinais de boa hidratação.

Deve sempre preferir a água, mas para a hidratação valem também as outras bebidas como sucos de fruta natural, leite, chá gelado, água de coco… Também a fruta e saladas vão contribuir para a hidratação pois são ricos em água.

A água é muito importante pois é o principal componente do nosso corpo, e é ela que vai ajudar na regulação da temperatura corporal. Se a criança (como o adulto) estiver desidratada vai ficar mais irritadiça, menos concentrada, e muitas outras funções vão ficar afetadas.

Claro que a quantidade de água e outros líquidos a oferecer não é um número rígido pois vai depender de vários fatores como a idade, a atividade física e até mesmo a constituição da refeição, mas existem algumas estimativas que você pode levar em conta, de acordo com a faixa etária de seu bebê:

  • 7 a 12 meses – 0,8 litros de líquidos por dia
  • 1 a 3 anos – 1,3 litros de líquidos por dia
  • 4 a 8 anos – 1,7 litros de líquidos por dia
  • 9 a 13 anos – 2,4 litros (meninos) e 2,1 litros (meninas) de líquidos por dia
  • 14 a 18 anos – 3,3 litros (meninos) e 2,3 litros (meninas) de líquidos por dia

 

ATENÇÃO! Enquanto você estiver em aleitamento exclusivo não precisa oferecer qualquer tipo de líquido (nem água!) para o seu bebê, nem nos dias de maior calor. O seu leite é suficiente para mantê-lo bem hidratado.

 

#2 Prefira refeições leves mas sempre balanceadas e saudáveis

Durante o café da manhã inclua o leite (ou iogurte), o pão/ cereais e uma fruta. Pode escolher a fruta mais rica em água como é o caso do abacaxi, melancia, melão e laranja.

Não esqueça dos lanches da manhã e da tarde, importantes para repor energias e também alguns níveis de água… inclua mais uma vez a fruta.

No período do almoço evite as refeições muito condimentadas pois elas podem promover uma maior desidratação e, sendo menos ricas em água, vão acabar por prejudicar a hidratação. Ao optar por salada você pode deliciar uma criança e é uma opção bem saudável: inclua verduras e até fruta, arroz ou massa e carne ou peixe. Se você caprichar na apresentação você vai ver, será irresistível!!

#3 Cuidado com os doces e com o fast food

Claro que não vai adiantar proibir as balas, os chocolates e os salgadinhos … Mas é importante que vocês estabeleça regras, pois estes alimentos podem prejudicar a hidratação de seu filho, além de todos os outros aspetos negativos desses alimentos.

Se você gostava de oferecer um picolé para seu filho porque não fazer em casa? Idéia: iogurte + fruta preferida, coloque no recipiente próprio para fazer picolé, leve ao freezer e aí você tem a sobremesa deliciosa e saudável para seu filho!

 

#4 Dê o exemplo para o seu filho

Quanto mais nova for a criança, maior vai ser a tendência de imitar os pais e os adultos. Por isso dê o exemplo em sua casa: beba água várias vezes ao dia, ingira frutas, evite os doces e salgados, faça as refeições balanceadas e saudáveis sempre em frente de seu filho. Assim ele vai ver você e vai querer imitar!

Tenha sempre com você uma garrafinha de água para ir oferecendo quando sai à rua. Já sabe, beba você e depois ofereça a garrafinha dele.

 

#5  Cuidado com a comida no sol

Quando vai passar o dia na praia ou fazer um piquenique não deixe os alimentos ao calor, pois assim eles vão se estragar e você pode colocar a sua saúde e a do seu bebê em risco, podendo causar as já faladas doenças transmitidas por alimentos. Transporte os alimentos bem acondicionados em recipientes próprios e numa coloque na exposição direta do sol ou do calor.

Publicado em 17 de outubro de 2013 / Atualizado em 3 de abril de 2014

J Sch Health. 2013 Jul;83(7):473-7. doi: 10.1111/josh.12054. Changes in weight over the school year and summer vacation: results of a 5-year longitudinal study. Moreno JP, Johnston CA, Woehler D.

Brasília. 2005. Guia Alimentar para Crianças Menores de 2 Anos. Normas e manuais técnicos.

Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina. 2011. Recomendações Nutricionais para Crianças em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar