Método Canguru

Histórico:

O Método Canguru nasceu na Colômbia em 1979, no Instituto Materno Infantil de Bogotá, com os médicos Dr Reys Sanabria e Hector Martinez. Inicialmente ele visava reduzir os custos da assistência perinatal, mais tarde é que foram descobertos outros benefícios.
No Brasil ele chegou em 1997 no Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP).
Em 2000, o Ministério da Saúde publicou a “Norma de Atenção Humanizada ao Recém Nascido de Baixo Peso”.

O método acontece em três etapas:

  • primeira etapa: na Unidade Neonatal, consiste no contato pele a pele do bebê com sua mãe ou pai, evoluindo até a posição vertical (canguru), em alguns momentos da internação;
  • segunda etapa: que acontece na Unidade Canguru, consiste em o bebê ficar em maior tempo possível em posição canguru;
  • terceira etapa: quando o bebê recebe alta hospitalar, mas a mãe ou o pai continuam colocando-o na posição canguru e fazendo acompanhamento com a equipe de saúde.

Benefícios do Método Canguru:  aumenta o vínculo mãe-filho,  melhora o desenvolvimento neurocomportamental e psico-afetivo do recém-nascido de baixo peso/prematuro,  favorece o aleitamento materno,  permite controle térmico adequado,  favorece estimulação sensorial adeequada,  contribui para redução do risco de infecção hospitalar,  reduz o estresse e a dor nos bebês,  maior confiança dos pais no manuseio do bebê, contribui para otimização dos leitos de UTI.

 

Publicado em 24 de janeiro de 2013 / Atualizado em 3 de outubro de 2013

Ministério da Saúde. (2011). Atenção à Saúde do Recém-Nascido-Volume 4.

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar