Cloasma ou melasma – afinal o que são as manchas no rosto durante a gravidez?

Certamente você já ouviu alguém comentar que, durante a gravidez, apareceram manchas escuras no rosto.

O cloasma ou melasma não é mais do que uma hiperpigmentação (coloração exagerada) da pele, que ocorre por um aumento de melanina na gravidez, devido às variações hormonais.

Apesar de não apresentarem sintomas e serem benignas, estas manchas não são muito estéticas e nem sempre desaparecem após a gravidez. O segredo está na prevenção.

Qualquer pessoa deveria utilizar um protetor solar diário com fator de proteção solar (FPS), no mínimo, 15. No caso de uma mulher grávida, esta proteção é ainda mais importante. Por isso, aconselhamos a utilização de protetores solares de FPS 30 ou 50 diariamente, de preferência com filtros físicos que bloqueiam a passagem da radiação UV (como o dióxido de titânio). Se você tem pele morena ou escura, familiares com melasmas  e/ou tendência a manchas de pele, a sua predisposição é ainda maior.

E, quando a prevenção já não for a tempo? No caso de as manchas não desaparecem, existem cremes específicos (despigmentantes) que ajudam a diminuir e até eliminar as mesmas. Tenha em atenção que alguns deles não podem ser utilizados quando há exposição solar.

O uso dos protetores solares deve ser mantido para evitar recidivas (volta das manchas) e o uso de esfoliantes semanalmente ajuda a remover as células mortas e auxilia na penetração dos cremes despigmentantes.

Em casos mais sérios, a Rede Mães de Minas aconselha uma visita ao seu dermatologista.

Publicado em 4 de abril de 2013 / Atualizado em 23 de maio de 2013

Medipédia. (2012). Problemas habituais da mulher grávida.

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar