Mastite

As mamas são estruturas muitos complexas, constituídas por glândulas mamárias (onde é produzido o leite da mamãe), rodeadas por tecido de sustentação (pequenos músculos que vão contrair e permitem a saída do leite) e pela gordura.

Durante a amamentação, podem ocorrer alguns processos desagradáveis para a mulher, como fissuras ou mastite.

Mastite acontece durante a lactação, quando as glândulas mamárias ficam infeccionadas.  São detetados vários sintomas, podendo ser específicos como inflamação no local da infecção, abcesso (acumúlo de pus no local da infecção) até sintomais mais gerais: mal estar, febre, calafrios, fraqueza  e septicemia (infeção geral do organismo).

A fadiga, estresse, fissuras nos mamilos, bloqueio dos canais (ductos mamários) que conduzem o leite para o exterior e o ingurgitamento mamário grave (leite empedrado nas mamas das mamães) são os principais fatores que podem provocar a infecção mamária – a mastite.

Se você sofrer de mastite, você deve:

  • fazer massagem, seguida de ordenha (extração do leite) e finalmente aplicar calor e/ou frio;
  • aumentar a ingestão de água;
  • repousar;
  • não parar de amamentar;

Pode ser necessário o uso de analgésicos (para as dores), antitérmicos (para a febre, se necessário) e antibióticos. Mas todos estes medicamentos devem ser recomendados pelo seu médico.

Relembrando: mesmo estando com mastite você deve continuar amamentando seu filho! A amamentação é essencial para seu bebê e vai ajudar no seu tratamento!

 

Publicado em 1 de outubro de 2012 / Atualizado em 22 de março de 2013

Lamounier, J. A., Bouzada, M. C. F., Vieira, T. D. O., Janneu, A. M. de S., Maranhão, A. G. K., & Araújo, M. de F. M. (2008). Iniciativa Hospital Amigo da Criança , mais de uma década no Brasil : repensando o futuro. Rev Paul Pediatr, 26(2), 161-169.

Unicef, & Ministério da Saúde. (2007). Promovendo o Aleitamento Materno. Brasília.

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar