Quando devo procurar um fonoaudióloga?

O fonoaudiólogo é o profissional de saúde responsável pela prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de perturbações que comprometam a comunicação não-verbal, a comunicação verbal (linguagem – oral e escrita -, articulação, fluência e voz), assim como alterações relacionadas com funções auditivas, cognitivas, oro-musculares e funções associadas (reflexos orais, mastigação, deglutição, motricidade oro-facial e respiração).

Ser fonoaudiólogo é muito para além de “ensinar” as crianças a falar, afinal a intervenção pode começar nos bebês recém-nascidos, nos serviços neonatais, quando há dificuldades de sucção, deglutição ou qualquer impedimento de alimentação pela via oral, até à população mais envelhecida com alterações neurológicas consequentes de Acidentes Vasculares Cerebrais, demências ou naturais da idade.

Necessitar de fonoaudióloga não faz de ninguém melhor ou pior, não rotula ninguém, não é associado a “inferioridade” mas sim, principalmente no caso de crianças, uma grande ajuda quando algo no seu processo de desenvolvimento não ocorre como esperado…Não deixe de procurar, de saber, de ajudar a criança o mais cedo possível, porque não é esperado não dizer nenhuma palavra aos 2 anos, nem falar “o bebê” aos 4 anos, nem trocar muitas letras quando aprende a escrever, nem a voz ficar muito rouca ao final do dia…Vale sempre, mas SEMPRE mais prevenir que deixar andar e sobrar apenas opção de remediar!

E para que isso aconteça, a Rede Mãe está aqui, eu estou aqui, sempre disponível para qualquer dúvida, para qualquer conselho ou sugestão…é por vocês e para vocês que estamos aqui!

Deixamos alguns sinais de alerta, divididos por áreas para mais fácil compreensão. Procure  de um fonoaudióloga se a criança apresentar alguns desses itens abaixo:

 

Linguagem (oral e escrita)

  • Tem dois anos e não fala? Diz poucas palavras ou comunica por gestos?
  • Parece não perceber o que as pessoas lhe dizem?
  • É distraída e não presta atenção ao que a rodeia?
  • Troca/omite sons ou partes da palavra?
  • Não constrói frases?
  • Troca sons ou letras quando está lendo ou a escrevendo?
  • Dá muitos erros?
  • Não gosta de ler e/ou escrever? Demora muito tempo para fazê-lo?

Articulação

  • Troca ou distorce algum som?
  • É “sopinha de massa” ou fala de uma forma distorcida?
  • Fala muito depressa ou atrapalha-se frequentemente quando está conversando?
  • Fala pelo nariz?

 

Voz

  • Fica muitas vezes sem voz?
  • Tem uma voz rouca? Esforça-se para falar?
  • Grita muito? Sente dores de garganta e sensação de corpo estranho?
  • Tem problemas de tireóide ou nas cordas vocais?

 

Perturbação da fluência – Gaguez

  • Tem mais de 4 anos e já evidencia sinais claros de gaguez?
  • Quando fala, bloqueia ou repete muitas vezes o mesmo som, sílaba ou palavras?
  • Isola-se muito? Tem medo ou vergonha de falar em público?

 

 Motricidade oro-facial/ respiração/ mastigação e deglutição

  • Respira sempre pela boca?
  • Não consegue soprar ou dar um beijo?
  • Mantém/manteve hábitos parafuncionais orais (chupar chupeta, dedo e/ou língua, roer as unhas etc.)
  • Baba-se com frequência?
  • Tem dificuldade em mastigar evitando alimentos mais sólidos (ex. carne)?
  • Tem dificuldades em engolir (deglutir) e/ou engasga-se com alimentos sólidos ou líquidos?
  • O bebé tem dificuldades em pegar na mama ou sugar?

O fonoaudióloga é o profissional de saúde que estudou Terapia da Fala, que frequentou o ensino superior e não há nenhum outro profissional que o possa substituir ou “fazer umas sessões de terapia da fala”, assim como ele não pode assumir competência que não são suas. Um fonoaudióloga não é um Psicólogo que faz consultas de terapia, não é um Educador de Infância que tirou pós-graduação/mestrado na área. Não se deixe enganar e peça sempre para ver a cédula profissional, pois todos os anos surgem no nosso país burlões que enganam pais, que os fazem perder muito dinheiro, mas principalmente tempo útil de recuperação!

Publicado em 16 de janeiro de 2013 / Atualizado em 28 de janeiro de 2013

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar